Quarta-feira, 16 de Março de 2005

JARDINS DO PORTO, de João Rothes, Diogo Branco, Paulo e João Macedo.


JARDIM DAS VIRTUDES
Morada: Calçada das Virtudes (por detrás do Palácio da Justiça). Se outras não tivesse, este jardim tem a grande virtude de se situar numa zona nobre da cidade: o Centro Histórico.
Localizado numa encosta, oferece uma vista ímpar para o Douro.


JARDIM DA ARCA D´ÁGUA
Morada: Praça 9 de Abril.
O seu nome remete para os reservatórios das águas de Paranhos, que foram o sustento de muitas fontes e chafarizes do Porto, até finais do século XIX. É um dos mais sóbrios da cidade.


JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL
Morada: Rua D. Manuel II.
Projectados, no século XIX, pelo arquitecto alemão Émile David, têm sido alvo de diversos melhoramentos, assumindo-se, hoje em dia, como roteiro obrigatório.


PARQUE DE S. ROQUE
Morada: Rua de S. Roque da Lameira, 2092.
Um dos mais belos, mas também dos menos conhecidos dos portuenses, por se situar já na periferia.


MATA DA PASTELEIRA
Composta essencialmente por pinheiros bravos e sobreiros, a mata representa a última grande parcela de vegetação natural existente nesta área da cidade.


QUINTA DO COVELO
Entrando pela Rua do Bolama, o visitante poderá apreciar as imponentes estruturas da Casa, já limpa da vegetação infestante e com projecto mais amplo de restauro e ao lado da qual se estendem as estufas de plantas ornamentais.


JARDIM DO PASSEIO ALEGRE
Morada: Avenida D. Carlos I.
Demorou duas décadas a ser construído, mas hoje é um dos pontos da cidade com maior poesia de imagem.


JARDIM DA PRAÇA DA REPÚBLICA
Subindo a Rua da Boavista, chega-se ao Jardim da Praça da República, construído nos anos de 1915-1916, que é uma das referências vivas na História da cidade.


JARDIM JOÃO CHAGAS (OU CORDOARIA)
Morada: Campo Mártires da Pátria.
Nem o ciclone de 1941, apesar dos danos causados, lhe roubou a "alma" romântica...


JARDIM DE S. LÁZARO
Morada: Passeio S. Lázaro.
Criado em 1833, é o mais antigo jardim municipal de todo o Porto.


JARDIM DA CORUJEIRA
No lado oriental da cidade, avistam-se os frondosos plátanos da Praça da Corujeira, que foi requalificada como jardim municipal.


JARDIM DA PENA
Morada: Travessa da Pena, ao Campo Alegre.
É o mais recente espaço verde público da cidade. Foi construído num terreno, onde dantes somente existiam barracas.


PARQUE DA CIDADE
Morada: Entradas pela Avenida da Boavista e Estrada da Circunvalação.
Trata-se do maior "pulmão" da cidade projectado pelo arquitecto Sidónio Pardal.


JARDIM DA ROTUNDA DA BOAVISTA
Morada: Praça Mouzinho de Albuquerque.
A arborização existente abrigava, desde 1976, a feira de S. Miguel, antes instalada na Cordoaria. A decisão do seu ajardinamento e da colocação do obelisco, que comemora a Guerra Peninsular, foi tomada alguns anos antes da instauração da República.
publicado por António Luís Catarino às 12:40
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um aviso à navegação e ao...

. SOBRE A METODOLOGIA E PRÁ...

. Olha!, mais uma revista s...

. DESCOBERTO CEMITÉRIO ROMA...

. ATENÇÃO A ESTE FILME HIST...

. UMA PROPOSTA DE FIM-DE-SE...

. CALENDÁRIO ESCOLAR 2005/2...

. Crianças, telemóveis e o ...

. UM FILME A NÃO PERDER: «C...

. GRAFFITI: UM CRIME DE ART...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.favoritos

. E o homem com livros cont...

blogs SAPO

.subscrever feeds